Page is loading...

A Excelência e Importância dos Sábios

Disse o Mensageiro de Deus (S): “Há dois grupos da minha Ummah (comunidade) que se forem piedosos, minha Ummah inteira será íntegra e se eles forem imorais, minha Ummah será corrupta”. O Mensageiro de Allah foi perguntado quem eram esses dois grupos e ele respondeu: “Os sábios e os governantes”.

Bihar al-Anwar, vol. 2, p. 49

Disse o Imam al-Baqir (A): “Quando vos encontrardes ante a presença de um sábio tentai ser mais inquisitivo do que falante e aprendei a boa arte de escutar tal como aprendei a boa arte de falar e não interrompais as palavras de ninguém”.

Bihar al-Anwar, vol. 1, p. 222

Disse o Mensageiro de Deus (S): “Ó ‘Ali!(O anjo) Gabriel tem desejado pertencer aos filhos de Adão por sete qualidades, que são: orar em comunidade, freqüentar os sábios, reconciliar duas pessoas, honrar os órfãos, visitar o enfermo, comparecer a uma procissão funeral e oferecer água aos peregrinos. Assim pois, desejai com afinco realizar essas coisas”.

Al -'Ithna 'Ashariyyah, p. 245

Disse o Amir al-Mu’minin ‘Ali (A): “Por certo que as palavras dos sábios, se são corretas, são como um remédio, mas se são erradas constituem uma enfermidade”.

Nahjul-Balagha, dito 265

Disse o Imam al-Askari (A), o décimo primeiro Imam: “Os clérigos dos nossos seguidores (Shi’a) são guardiões das fronteiras do Islam. É por isso que quem dentre nossos seguidores se incumbe disso será superior àquele que luta em batalha contra os romanos...”.

Al-Ihtijaj, vol. 2, p. 155

Disse o Imam ar-Rida’ (A), o oitavo Imam: “Cientificai-vos que um (verdadeiro) jurista (religioso) é aquele que derrama suas benções sobre as pessoas, os salva dos seus inimigos, lhes multiplica as mercês do Paraíso e os faz obter a complacência de Deus, Elevado seja”.

Bihar al-Anwar, vol. 2, p. 5

Disse o Imam Amir al-Mu’minin ‘Ali (A): “... A recompensa de um sábio é maior do que a recompensa de quem jejua durante o dia e realiza orações durante a noite e combate na senda de Deus. E, quando um sábio morre, se produz uma brecha no Islam que não poderá ser compensada senão com alguém que lhe suceda”.

Bihar al-Anwar, vol. 2, p. 43

Disse o Imam Amir al-Mu’minin ‘Ali (A) a Kumayl: “Ó Kumayl! Aqueles que entesouram riquezas estão mortos apesar de estarem vivos, ao passo que os sábios permanecerão enquanto o mundo durar. Seus corpos desaparecem, mas seus reflexos permanecerão nos corações”.

Nahjul-Balagha, dito 147

Disse o Imam al-Husayn (A): “... Certamente, os caminhos para as questões islâmicas e as normas religiosas estão nas mãos dos sábios que são os depositários do lícito e ilícito de Deus”.

Tuhaful-'Uqul, p.172

Share this page