Page is loading...

A Maledicência e a Difamação

Disse o Mensageiro de Deus (S): “A maledicência é mais rápida em (destruir) a religião do crente muçulmano do que a lepra o é dentro do seu corpo”.

Al-Kafi, vol.2, p. 357

Disse o Amir al-Mu’minin ‘Ali (A): “O que escuta a maledicência é igual ao maledicente”.

Gurar al-Hikam, p. 307

Disse o Mensageiro de Deus (S): “Abandonar a maledicência é mais valioso para Deus, Imponente e Majestoso, do que a prática de dez mil rakats (inclinações) das orações recomendáveis”.

Bihar al-Anwar, vol. 75, p. 261

Disse Abdul Mumin al-Ansari: “Fui ver o Imam Abul Al-Hasan Musa ibn Jafar (A) e com ele se encontrava Muhammad ibn Abdullah al-Jafari, então lhe sorri e me disse (o Imam): “Acaso o aprecias?”. Disse: “Sim, e minha apreciação por ele não é senão por vossa causa”. O Imam (A) disse: “Ele é vosso irmão, e o crente é irmão de um outro crente mesmo que seus pais não sejam os mesmos. Assim pois, maldito seja aquele que desconfia do seu irmão, maldito seja aquele que engana o seu irmão, maldito seja aquele que não aconselha o seu irmão e maldito seja aquele que faz maledicência do seu irmão”.

Bihar al-Anwar, vol. 75, p. 262

Disse o Amir al-Mu’minin ‘Ali (A): “A pior das pessoas é aquela que procura defeitos nos outros, enquanto permanece cego quanto aos seus próprios defeitos”.

Taraif al-Hikam, p. 176

Disse o Imam Al-Kadhim (A): “Maldito seja aquele que faz maledicência do seu irmão”.

Bihar al-Anwar, vol. 74, p. 232

Share this page