Page is loading...

 As Esposas e o Bom Tratamento dos seus Maridos

Disse Deus, o Altíssimo: “Entre os Seus sinais está o de haver-vos criado companheiras da vossa mesma espécie, para encontrardes repouso nelas; e colocou amor e piedade entre vós. Por certo que nisto há sinais para os sensatos”. Surata ar-Rum (30:21)

Quando o Sagrado Profeta (S) recebeu informações de Umm Salamah a respeito de Uthman ibn Mazun, ele se dirigiu a seus seguidores e disse: “Vós vos distanciais das (vossas) mulheres? Por certo que eu vou com as mulheres, como durante o dia e durmo durante a noite. E quem deixa de lado a minha tradição não é dos meus”.

Bihar al-Anwar, vol. 93, p. 73

Disse o Imam as-Sadiq (A): “Quem deixa de lado o matrimônio por temor a pobreza, em verdade, desconfiou de Deus, Imponente e Majestoso”.

Man La Yahduruhul Faqih, vol. 3, p. 385

Narrou-se do Imam ar-Rida’(A): “Uma mulher disse o seguinte a Abu Jafar (o Imam Muhammad al-Baqir): ‘Que Deus te conceda retidão! Eu optei pelo celibato’. Ele lha disse: ‘E o que é celibato para ti?’. Ela disse: ‘Não quero casar-me nunca’. Ele disse: ‘E por que não?’. Respondeu: ‘Procuro virtude nisso’. Disse o Imam: ‘Vai-te daqui! Se houvesse alguma virtude nisso, Fátima, que as benções de Deus estejam sobre ela, teria sido mais digna de praticá-lo do que tu, visto que não há nenhuma (mulher) que a supere em virtudes’”.

Bihar al-Anwar, vol.103, p. 219

Narrou Abu Abdullah (A): “Três mulheres foram ver o Mensageiro de Deus (S), e uma delas disse: ‘Meu marido não come carne’; outra disse: ‘Meu marido não usa perfume’; e a terceira disse: ‘Meu marido não se acerca das mulheres’. Então, o Mensageiro de Deus (protestando contra o comportamento deles) saiu arrastando o seu manto até subir ao púlpito de onde louvou a Deus e disse: ‘O que sucede com certos grupos de meus seguidores que não comem carne, não utilizam perfume e evitam se aproximar das suas esposas?’”.

Al-Kafi, vol. 5, p. 496

Imam as-Sadiq (A) disse que quando a esposa de Uthman ibn Mazun anunciou ao Profeta (S) que o seu marido estava sempre ocupado jejuando e orando dia e noite sem dar a menor atenção a sua vida e esposa, o Profeta (S) foi até a casa dele e o encontrou orando. Quando Uthman terminou sua oração, o Mensageiro de Deus disse: “Ó Uthman, Deus não me enviou com o celibato, mas me enviou com uma religião fácil e fluente (que protege os direitos do corpo e da alma). Eu jejuo, oro e associo-me com minha família. Quem aprecia minha natureza e minha crença deve seguir a minha tradição, minha Sunnah; e, certamente, o casamento faz parte da minha Sunnah”.

Al-Kafi, vol. 5, p.494

Share this page