Imam Husain (a) e a Renovação do Islam


    Um pequeno artigo acerca da revolução do Imam Husain (as), do que ela representa e da razão pela qual nós devemos comemorá-la até hoje.

    *****

    Enquanto o período de luto de Ashura passa, o indivíduo deve fazer a seguinte pergunta: “Qual a necessidade desta comemoração? E por que devemos nós falar de novo sobre uma revolução que ocorreu cerca de quatorze séculos atrás?”.

    Em sua revolução, Imam Husain (a) exemplificou, de fato, o cerne da mensagem do seu avô Profeta Muhammad (s). Ele representou a tradução viável de todos os valores e princípios pelos quais o Profeta Muhammad (s) lutou. Os inimigos do Profeta pediram para seu tio Abu Talib dizer a ele que se ele abandonasse a sua missão, ele receberia uma grande recompensa. O Profeta respondeu: “Ó caro tio, se eles colocarem o sol na minha mão direita e a lua na esquerda sob a pena de eu renunciar esta missão, eu jamais aceitaria até que Allah faça esta mensagem triunfar ou eu morra transmitindo-na”1

    Os princípios fundamentais pelos quais o Profeta lutou e estabeleceu foram deturpados e distorcidos pela dinastia Umíada, fazendo, por conseguinte, com que Imam Husain (a) salvasse a fé do seu avô compensando o desequilíbrio e corrigindo a depravação trazida pela dinastia Umíada. Em seu esforço para retificar a fé do seu avô, Imam Husain (a) se tornou a voz do seu avô e o campo inteiro de justiça quando ele se revoltou contra a tirania Umíada.

    A mensagem do Imam Husain (a), visto que ele lutou por justiça e liberdade, é universal e não deve ser confinada aos muçulmanos apenas. Ela é uma mensagem que encanta a visão de todas as pessoas e nações livres do mundo. Imam Husain (a) ensina as pessoas livres e conscientes do nosso mundo como rejeitar uma vida cercada de humilhação e governo tirano. Imam Husain (a), da forma mais absoluta, rejeitou uma vida de humilhação quando ele disse: “E eu tenho que escolher entre sacrificar a minha vida ou submeter-me a uma vida de humilhação, mais é impossível para nós (a família do Profeta) aceitar uma vida de humilhação”2

    Além disso, Imam Husain (a) foi o pioneiro no caminho do sacrifício e nos ensinou a como nos sacrificar pela dignidade. Ele nos demonstrou que uma nação que teme um opressor não conseguirá viver uma vida digna.

    Quando Imam Husain (a) foi aproximado por alguns indivíduos que estavam questionando sua motivação, que estavam cegos para os seus objetivos visionários, pois eles eram extremamente limitados em sua habilidade de analisar o seu presságio do futuro, o Imam moveu as suas mentes e corações com um princípio islâmico do Profeta – uma posição inflexível contra a opressão. Ele fez um chamado para acordar a nação adormecida do seu avô, citando o Profeta: “Aquele que testemunha um ditador opressivo, exercendo despotismo, mas não faz nada contra a situação, nem mesmo por palavras e atos, será o direito de Allah de colocar tal pessoa na mesma entrada [do tirano] (Inferno)”3

    Os muçulmanos de hoje devem ao Imam Husain (a) uma grande monta de respeito e gratidão. Portanto, não é justo que só os xiitas o celebre. Imam Husain (a) não se levantou para salvar o Islam para os xiitas apenas, mas ele o fez para todos os muçulmanos.

    Seus sacrifícios continuam a ser fontes radiantes de inspiração para todos os povos amantes da liberdade ao redor do mundo.

    O grande sábio Mu'in AI-Deen Ajmiri, da escola de pensamento sunita, disse uma vez: "Islam é Mohammadan na sua concepção, e Husainian na sua sobrevivência". Assim, Imam Husain (a) deve ser percebido por todos os muçulmanos como um genuíno legado islâmico que deve ser comemorado por todos.

    Nós cremos que um profeta ou mensageiro morre apenas fisicamente, mas sua mensagem continua para sempre. Nós também acreditamos que a mensagem de Imam Husain (a) ficou imortalizada. O ato de tão-somente relembrar Imam Husain (a) é suficiente para mover milhões dentre as massas populares com uma determinação de buscar liberdade e se revoltar contra a opressão.

    Quando nós comemoramos Imam Husain (a) como um caráter e epítome, nós certamente ficaremos aptos a derivar força e renovar o nosso próprio dinamismo. Enquanto a agressão persistir a sufocar a voz da justiça neste mundo, ali haverá uma comemoração por Imam Husain (a).

    • 1. Bihar Al-Anwar, Volume 35, Page 87.
    • 2. Tuhaf Al-Uqool, Page 58.
    • 3. Hayat Al-Imam Husain, Volume 2, Page 271
    Portuguese, International
    Old url: 
    http://www.al-islam.org/pt/husain-renovacao-islam/

    Person Tags:

    More from the same author